24 de abril de 1991

Tata muitíssimo querida, bom dia! São 7 horas da manhã, peço-lhe mil desculpas pelo atraso da carta. E faço votos de que tudo esteja lindo com você e todo o Focolare. E para não esquecer, peço-lhe, se for possível, que ligue para nós todo mês. É mais fácil. Você liga a cobrar. A gente não liga porque nunca tem certeza se vai encontrar você. Combinado? Poderia até marcar a data e o horário. Temos muitas saudades de você. Graças a Deus, vamos todos bem. Eu e seu pai chegamos da praia ontem. Fomos com a Tia Adelina, Antenor, Geja e Tola. O seu Tio Antenor está com 30% de visão. Ele foi operado da catarata e nas duas vistas tinha úlcera. Não ia à praia. Eu e sei pai ficávamos com ele para a Tia Adelina ir com a Geja e o Tola. Quando eles chegavam, nós íamos. Domingo, dia 21, houve uma jornada em São Paulo. Foram 800 pessoas. Disseram que estava muito bonita. Os preparativos aqui no Centro Mariápolis estão intensos com a próxima visita de Chiara (?) ao Brasil. Você deve estar sabendo da nova Loppiano brasileira. Parece-me que vai abranger toda a América do Sul. É uma graça maravilhosa para nós. Junior e família estão morando em Campinas. Não sei se contei para você. Cenise também conseguiu emprego na Prefeitura junto ao menor. Soubemos pela televisão, que a amiga da Ude viu a notícia. Wilson, Ana, Enzo e Gabriel vão bem. Wilson está colhendo cereais, Ana está encaixotando algumas coisas para mudar para Capitólio. Marcos e Maria Helena passaram uma semana na fazenda. O Gordo comprou gerador e antena parabólica. Estão agora esperando a visita da Ude porque ela diz que não vai se não tiver luz. O Gabriel já está falando. Fala os nomes das máquinas agrícolas: colheitadeira, trator etc. Mas ele e a Marina não combinam. O Enzo e o Breno é que brincaram muito. Mas o Breno teve que aprender a se defender se não ele apanhava muito do Enzo. Mas o Enzo não queria saber que o Breno fosse embora. A viagem foi ótima. Maria Clara vai sair de férias esta semana. Quando ela voltar, se Deus quiser, nós iremos a Manaus, eu e seu pai. As passagens já foram compradas. Eu vou de presente, Clara e Walter vão pagar a de seu pai. A Lourdes vai inaugurar a casa que ela construiu e também comemorar o aniversário do Diminhas dia 02 de junho. Ude e Gigi, graças a Deus, vão bem. Gigi tem vindo poucas vezes. Vou ficar quase dois meses sem vê-la por causa da orquestra. Walter está estudando muito porque parece que a bolsa dele nos EUA vai sair logo. Se a fita dele for aceita (eu acho que o noticiário familiar foi mais ou menos descrito). Perdoe-me Tata. Estava esquecendo de agradecer, o que eu deveria ter feito em primeiro lugar. Adoramos tudo. A carta, os presentes, tudo. Gi adorou a sacola e levou para ela usar na escola. Clara vai fazer álbuns de fotos com as pastas. São Lindas. Pena que as meias elásticas não serviram, as outras sim. Dei uma meia elástica para Maria Helena. Tudo bem? Posso dar uma para a Ana também? Ysabel Provenzano faleceu domingo, santamente. Não enxergava e não falava há muito tempo. Até Darcy telefonava para ela, ainda quando ela podia falar. Mas esteve lúcida até a hora de morrer. Deu tempo de chamar o padre e ela comungou minutos antes. Clara foi nos representar no velório. Podemos pedir graças a ela. Tata, não sei se você se lembra de um frade de Cândido Mota, Frei Marcelino Correr. Ele é piracicabano. Foi nomeado bispo na Diocese de Carolina, no Maranhão. Na Diocese dele predominam conflitos de terra, pobreza e analfabetismo. Ele foi ordenado pelo Núncio Apostólico do Brasil, mais 19 bispos de todo país e 80 sacerdotes. A bula da nomeação foi lida por um irmão seu sacerdote. Foi no Ginásio Municipal. Esqueci de agradecer as fotos, estão lindas! Todo mundo adorou. Será que já foram alguns pais visitar as filhas aí? Das meninas que foram com você? Nós gostaríamos de saber. Se a colheita do Gordo sair bem, até pode ser que saia essa viagem. Mas se fosse o caso de irmos só nós dois, acho que seria muito difícil, não é Tata? Mas a Clara falou que não podemos ir se for muito calor. Tudo é pensamento bem remoto. Agora é que estão prontas as fotos que seu paim prometeu a todos os pais daquele domingo. Aquele grupo grande, onde aparecem todas as famílias. Vamos começar a mandá-las. Você quer alguma? Eu vou ficar triste se você responder que os pais já foram. Tenho grande esperança. A Luisa adorou ter encontrado você, só que ainda não encontrei com ela para receber o abraço. Mas ela falou que o encontro dela foi maravilhoso. E que a vida aí é outra realidade. Domingo foi o dia do Bom Pastor. Eu e seu pai assistimos a missa das 8 na televisão (ao vivo de Aparecida). Juntos agradecemos a sua vocação. Tchau, um beijão e um abraço muito caloroso de todos nós. Até a próxima, mamãe. P.S. A Ude está indo à missa. A Clara falou que enquanto nós viajamos, ela ia todos os dias. Louvemos ao Senhor. Recomendações a todas as meninas, um abraço fraterno a cada uma. Desculpe ter escrito neste papel, mas as meninas guardaram os papeis que você mandou e eu não sei onde estão. Mais uma notícia: a Nossa Senhora Rosa Mística chorou 150 ml. A ciência humana não tem mais resposta. Realmente é verdadeira. Esqueci de contar o mais importante, mas acho que a Luisa contou que os docinhos de banana foram para Chiara. Eu pensei em mandar para ela, não é que foram mesmo? Eu sei que ela não come, mas é sempre uma alegria. (Viajamos 11 dias, deu pra enjoar). Desculpe muito, parece carta enigmática.

Comentários

Cacá disse…
Com tantos detalhes e ela ainda termina falando que parece carta enigmática!!! Ah, e a mamãe sempre preocupada em levar todos para a missa!!!! Saudades mamãe ... Dia 14 fará 4 meses ... Muitas saudades e muito amor!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Viva mesmo após a morte

09 de novembro de 1989

08 de agosto de 1990