16 de novembro de 1990

Boa tarde! Um abraço imenso para você. Desculpe-me pelo atraso da resposta: recebemos 1 carta e 2 cartões e não enviamos resposta. Desejamos que você e suas companheiras estejam ótimas. Parece que é isso que transparece em suas cartas. Louvemos a Deus por isso. Aqui também vamos bem. Gigi esteve aqui estes dias. Ela chegou terça à tarde (ontem foi feriado – 15 de Novembro). Hoje ela já foi porque tem muitas matérias para estudar. Na semana que vem ela vai ter 5 provas. A Ude está fazendo um jornalzinho junto com o grupo dela, que vai ser colocado no mural da escola. Clara também está trabalhando e fazendo regime. Já emagreceu um pouco. Walter continua estudando para tentar a pós-graduação nos EUA. O seu pai sempre trabalhando no quintal nas horas de folga. A parreira está linda, este ano a Gi ajudou a podar a parreira. As uvas da Itália já amadureceram? Que deliciosas devem ser. Algumas notícias dos casados. Particularmente da Luísa. Na semana passada, ela estava andando de patins, levou um tombo e assustou-se muito. E teve novamente aquele problema cardíaco igual ao que tinha quando era nenê. Agora ela está doente, com pneumonia. Está internada no hospital, mas o Junior falou que ela está bem. Ele vai voltar para o Brasil no dia 10 de dezembro agora. Arrumou um serviço em Campinas. A Nicinha, esposa do Adhemar, aquele casal de Santa Fé do Sul, que é muito amigo deles, foi para a Itália. O Adhemar já voltou, mas a Nicinha ainda está na casa dele. Ela volta segunda agora, se Deus quiser. O Junior vem primeiro, depois vem a Cenise com as meninas. No dia 12 de dezembro, o filho da Nicinha vai para a Itália, se você quiser alguma coisa, escreva ou telefone (por que você não telefona para a gente a cobrar?). Ligar para você é difícil, é mais fácil você ligar. E dizem que telefone a cobrar do exterior é mais barato que o nosso ligando aí. De qualquer modo, ligue. Será a maior alegria. Ontem o Gabriel, filho do Wilson, quebrou a perninha. O Gordo estava com ele na caminhonete e entrou num buraco e ele machucou-se. Mas, graças a Deus, está ótimo. Desculpe por eu contar isso para você, mas é para pedir orações. Eu queria também pedir orações para o seu tio Antenor, que ainda não sarou. E também para a Ysabel Provensano, ela está com problema na vista. Não está enxergando quase nada. Desculpe em contar, mas é para pedir orações. Tata, quer que eu peça para o Wilson a máquina fotográfica que estava com a Clara? Emprestada? Se você quiser, escreva ou telefone. Se ele emprestar, vai com o filho da Nicinha dia 12 de dezembro. Aqui está fazendo um calor insuportável, uns 38º +ou -, quase todos os dias. São Paulo, 34,5º, imagine só, São Paulo que é sempre agradável. Adoraria saber falar italiano. Tem umas aulas no Canal 2, vou ver se aprendo um pouco. Gigi fez pão de queijo, ficou delicioso. Quer a receita? Gostaria muito de pedir para você fazer uma visita para Nina e todos eles. Antes que eles se mudem. Para todas as meninas, um abraço muito especial. Todo meu carinho de mãe. Para você, todo nosso amor e saudades. E a benção maternal para todas. Um beijãããããããão, mamãe. Desculpe que esta é uma carta enigmática!!!! Receita do Pão de Queijo. Ingredientes: 4 copos (americano) de polvilho doce (500 g); 1 colher (sopa) tempero ou sal a gosto; 2 copos (americano) de leite; 1 copo (americano) de óleo; 2 ovos grandes; 4 copos (americano) de queijo minas meia cura ralado; óleo para untar. Modo de fazer: Coloque o polvilho em uma tigela grande. À parte, aqueça o sal, o leite e o óleo. Quando ferver, escalde o polvilho com essa mistura, mexa muito bem para desfazer pelotinhas. Deixe esfriar. Acrescente os ovos, um a um, alternando com o queijo e sovando bem após cada adição. Unte as mãos com óleo, se necessário. Enrole bolinhos de 2 cm de diâmetro e coloque-os em uma assadeira untada. Leve ao forno médio (180º C), preaquecido. Asse até ficarem douradinhos.

Comentários

Cacá disse…
Espero sempre por uma nova carta. Ler as cartinhas originais, com a letra dela, eu me emociono demais! Não consigo! Saudades ... Saudades ....
Lully disse…
São demais essas cartas
Eu me emociono td vez....

Postagens mais visitadas deste blog

Viva mesmo após a morte

09 de novembro de 1989

08 de agosto de 1990