Viva mesmo após a morte

Perdi minha mãe há três meses. Essa perda, para qual eu me preparei a vida inteira, não poderia ter vindo mais diferente do que tudo que eu imaginava. Minha mãe era uma mulher forte. Forte como ser humano, forte como mulher, como mãe, como esposa, como cristã. Forte na morte. Eu acreditava, lá no fundo, que ela jamais morreria. E não morreu, só mudou de lado. Além dessa força indescritível, ela nos deixou um calhamaço de cartas. Na verdade, essas cartas foram escritas para minha irmã que, por alguns anos, morou na Itália. Naquela época, só havia dois recursos: as cartas e o telefone (cujas ligações era bem caras). Então ela escrevia. E escrevia a hora que lhe dava na telha. E o mais legal é que ela escrevia assim como ela falava. Parecia que ela estava conversando pessoalmente com a filha amada. Além disso, uma grande particularidade é que as cartas eram escritas em qualquer papel. Podia ser numa folha de caderno, num papel de carta, num sulfite, não importava. Quando queria escrever, qualquer papel servia. E o mais engraçado é que, quando as linhas acabavam, ela ia contornando a folha... O tamanho das letras acompanhava o espaço que restava, então, às vezes, "letrinhas de formiga" formavam uma espiral engraçada... Nós, os filhos que não recebiam as cartas, não sabíamos que elas existiam. Só descobrimos quando minha irmã, vindo nos acompanhar nos últimos dias da mamãe, trouxe uma pasta enorme com as cartas.... Elas (as cartas) nos fazem rir às gargalhadas porque minha mãe era muito engraçada... Ao mesmo tempo, conta histórias que ficaram no passado, coisas simples do dia a dia que nem sabíamos... É claro que há relatos que não precisam ser conhecidos, coisas entre mãe e filha. Mas, enquanto eu lia, só me vinha a ideia de publicar, ainda que num blog pessoal, algumas dessas cartas... Porque ela falam da vida simples - e complexa - de uma mãe de oito filho, que tinha uma fé inabalável... Então, resolvi reativar esse blog com nome novo, com histórias minhas com ela, histórias minhas e dela, histórias escritas em cartas... Uma forma de homenagear uma mãe incrível, que me ensinou que viver vale a pena, mesmo diante das adversidades... 'Cartas da mamãe' é isso.

Comentários

Cacá disse…
Nossa !!!! Que surpresa maravilhosa!!!! Adorei!!! Emocionante!!!
Maria helena elias valentini disse…
Ude! Até que enfim esse dia chegou! Sempre esperei por isso!vamos degustar essas delícias!
Marina Righeto disse…
Já estou adorando!!! Vou acompanhar todas essas histórias, um grande presente para nós da nossa querida Tia Mariana! ❤️
Cris Fernandes disse…
Caiu um cisco no meu olho!
Anônimo disse…
Uhuuuuuuuu
Amei vou querer ler td...
Já tive a honra de ler algumas e as cartas são uma lição de vida....
Parabéns pela iniciativa.
Bjo
Nicole disse…
Emocionante mesmo tia! Que felicidade

Postagens mais visitadas deste blog

09 de novembro de 1989

08 de agosto de 1990