Piracicaba, 07 de fevereiro de 1990

Querida Tata, um saudoso e carinhoso abraço... Tudo bem com você? Espero que sim. Nós, graças a Deus, vamos bem. Ontem chegaram Maria Helena, Breno e Marina. Ela está uma fofura. O Breno está com um pouco de inflamação de garganta e tem alguma febre. O Marcos foi para Cuiabá e vai voltar na sexta, se Deus quiser. Gi e Ana foram assistir um jogo importante de basquete (BCN Piracicaba contra Minercal). A Gi não entrou na Esalq. Hoje eu a surpreendi falando alguma coisa para Maria Helena, por exemplo, que me pareceu que ela não estava muito contente de ter entrado em Jaboticabal. Ela comentou alguma coisa com você? Gostaria que ela estivesse bem contente com esse passo que ela vai dar. Ou, se ela não estiver disposta a ir, fazer novamente o cursinho. Gostaria, na medida do possível, que você escrevesse algo para ela. O Wilson já fez vários telefonemas nos convidando para irmos à fazenda. Hoje, novamente, ele ligou. Já estava me esquecendo de contar o mais importante: a Ana adorou o Centro Mariápolis. Disse que parece outro planeta, ficou simplesmente encantada. Até fala (ligeiramente) em ir no Carnaval. As meninas chegaram resfriadas, estranharam o clima do C.M. Aqui faz calor adoidado. Ontem eu fui consultar, aliás, levar as radiografias que eu fiz no Hospital da Holambra. Ele mandou tomar injeções e, 2 x ao dia, bolsa de água quente. Adorei você ter mandado as 3 em 1. Foi excelente. O Hospital da Holambra foi fechado ontem porque o Suds (órgão do Governo) não paga em dia e paga super mal. É uma pena. E as meninas, vão bem? Mil lembranças para todas. Adorei a ideia de rezar o terço oferecendo cada Ave Maria. A gente não distrai quando reza e todo mundo participa muito mais. Muito obrigada. Terminando, quero desejar a você ______ çoa:__ (não é castelhano ou italiano; é sono mesmo) muita saúde, paz e vivendo completamente o Evangelho. Às meninas todas + à Margi, renovo todos esses votos. Tata querida, desculpe que eu escrevo um pouco, durmo um pouco, mas consegui terminar a carta. Um beijo e grande abraço para vocês todas. Com saudades, Mamãe. P.S. Peço-lhe para rezar bastante para a Gi, para ela fazer o melhor. Beijos, Mamãe.

Comentários

Cacá disse…
Eu não consegui me lembrar dessas radiografias da Holambra? Ela caiu lá? Marcos e Maria Helena se lembram dessa história? Que será?
Unknown disse…
gigi e suas eternas duvidas....
Anônimo disse…
Amo ler as cartas..
Cada palavra vai no mei coração

Postagens mais visitadas deste blog

Viva mesmo após a morte

09 de novembro de 1989

08 de agosto de 1990