Engolindo sapos

Ontem eu estava assistindo Saia Justa e a discussão das quatro mulheres (atriz, jornalista, ex-modelo e filósofa) que fazem parte do programa - e que para mim não representam em nada a mulher brasileira - era "engolir sapo". Faz pouco tempo que assisto, não assiduamente, e confesso que a linda atriz tem sido para mim uma grata surpresa. Porque aquela jornalista e a filósofa, pelo amor de Deus. Ninguém merece. A ex-modelo ainda parece gente boa. Bom, voltando ao tema "engolir sapo", elas estavam falando que se na vida é preciso ou não engolir sapo. E eu pergunto, é preciso engolir sapo? OF COURSE!!!!! Quem não engole sapo, não vive. Ou se transforma em um monstro, um ditador, um lunático, um desajustado, sei lá. Bom, mas a atriz tava dizendo exatamente isso, engolir sapo é necessário, principalmente no mundo do trabalho. Aí, a "madama" filósofa disse, em outras palavras, que quem engole sapo é fruto de uma educação castradora e que ainda bem que os jovens de hoje mudaram, não aceitam ser controlados, blá blá blá, como se enaltecendo a juventude sem limite algum que vemos em todos os cantos. O papo continuou e a atriz quis voltar à observação da antipática filófosa, que não respondeu, ou melhor, ignorou, o aparte oportuno da bonitona. Ela deve é ter mta inveja pq além de antipática, é feia que dói. Mas ô mulher feia, com roupas horrorosas e ar de superioridade, sô!.
Bom, destilado o meu veneno, vou ao ponto crucial. Não acho que a discussão deveria ser se devemos, mas o quanto devemos engolir de sapos. Porque eu engulo vários, every day, e passo mal com as dimensões de alguns. Aqueles que param na garganta. Mas quando é hora de parar? De dizer, seu sapo, sai daqui pq vc eu não vou engolir? Essa é uma situação séria, pq já me vi tão irritada com alguns sapos grandes, que acabo explodindo quando tem um pequenininho e até simpático na minha frente. Engulo o enorme e tenho chilique com um minúsculo. Como que faz pra gente saber a hora certa de engolir, hein? hein?

Comentários

Anônimo disse…
Sacanagem sua Ude. Vai ter que engolir sapo.
Aquela filósofa lá que você se refere é a Márcia Tiburi.
Num primeiro momento ela passa esse ar de superioridade, mas de boa, ela é muito massa!!!
Sou fã de carteirinha dela, alias, como pode ver no meu blog... acompanhei duas palestras dela aqui em pira... maravilhosas. Mas é filosofia para classse média se achar, se é que me entende!
Kisses
Ro Alves
Ando por aí... disse…
Dica: pense que os sapos são príncipes encantados !

Postagens mais visitadas deste blog

Viva mesmo após a morte

09 de novembro de 1989

08 de agosto de 1990