Porque eu tô aqui!

Resolvi criar esse espaço pra que eu não exploda. Porque quando escrevo, tudo se dissipa, os problemas ficam mais leves, os sentimentos mais livres... Escrever é tão vital pra mim quanto respirar.... Então, aqui será também uma espécie de balão de oxigênio.... Não sei se alguém um dia lerá, se alguém "visitará". Na verdade, esse espaço é mais pra mim do que pra qualquer outra pessoa. Mas se quiser entrar, seja benvindo e deixe sua marca.

Comentários

Renata disse…
Ude, querida

"Escrever é uma maldição que salva"! Esta frase não é minha, mas de Clarice Lispector.

Ela continua: "É Uma maldição porque obriga e arrasta como um vício penoso do qual é quase impossível se livrar, pois nada o substitui. E é uma salvação.
Salva a alma presa, salva a pessoa que se sente inútil, salva o dia que se vive e que nunca se entende a menos que se escreva. Escrever é procurar entender, é procurar reproduzir o irreproduzível, é sentir até o último fim o sentimento que permaneceria apenas vago e sufocador".

Em outro lugar ela escreve: "Às vezes tenho a impressão de que escrevo por simples curiosidade intensa. É que, ao escrever, eu me dou as mais inesperadas surpresas. É na hora de escrever que muitas vezes fico consciente de coisas, das quais, sendo inconsciente, eu antes não sabia que sabia".

Li o começo de seu blog e me lembrei de Clarice. Acho que porque vocês tem coisas em comum. Ela escreveu: "Há três coisas para as quais eu nasci e para as quais eu dou minha vida. Nasci para amar os outros, nasci para escrever, e nasci para criar meus filhos".

Não seria uma boa epígrafe para seu blog?

Beijos com carinho,

Renata

Postagens mais visitadas deste blog

Viva mesmo após a morte

09 de novembro de 1989

08 de agosto de 1990